sábado, 19 de abril de 2014

ORGASMO




Se com palavras
não sei dizer...

digo com gestos
digo com gostos
digo com cheiros

a mão na mão
olho no olho
quase morrendo, ali gostando.

absoluto
como um abismo
como um orgasmo.

3 comentários:

manuel marques Arroz disse...

Maravilha,lindo o que você escreve.

Saudades.

Beijo meu minha querida.

Velharia disse...

Poema que tirou o ar enquanto enquanto li. Essa sensação de abismo é aguda, é profunda, é um poema muito forte. tudo de bom e ótimo dia.

Nica Gomes disse...

O abismo assusta, porém inevitavel em nossas vidas!!!
Lindo.. .
Nica Gomes