domingo, 19 de julho de 2009

TALVEZ NUMA OUTRA VIDA
















Talvez numa outra vida,
anterior a essa,
tenhamos sido amantes.

Tenhamos vivido um amor
proibido,
desesperado,
enfim, morrido de amor.

Talvez tenhamos lembrança
de tudo aquilo
e por isso, cautelosos,
tenhamos medo de amar...

foto: Anton Fateev

5 comentários:

angela disse...

Quem sabe por que alguns amores simplesmente não acontecem...
Quem sabe...
beijo

Concha disse...

Eu gosto de acreditar na reencarnação.
Suavisa todas as minhas dúvidas e medos,tanto nas vidas anteriores como nas próximas que eu terei após esta.
E assim vivo,justificando todos e tudo.
Beijos

CeciLia disse...

Eu gosto de algo que meu pai me ensinava, querida: "corajoso não é quem não tem medo, é quem - apesar do medo - segue em frente". No amor e na vida. Beijos, adoro vir aqui, já te disse isso, não?

Dri disse...

Ah, sempre tem tanto talvez quando a gente tenta entender as formas do amor!

Anônimo disse...

Genial brief and this post helped me alot in my college assignement. Thank you on your information.